O  Requerimento do Benefício dos filhos do anistiado, que estiveram exilados 7 anos, 9 meses e 15 dias, com o pai, foi aceito com código de barras, sem nenhuma contestação durante 5 anos, para só alegarem problemas depois do não pagamento do benefício.  --- motivos contrários a Lei 10.559/2002

 

 







Não pagaram o benefício dos filhos, "Conforme Normas Procedimentais" !!!

Depois de 5 anos, na hora de pagar o benefício,  o anistiado deveria fazer novo Requerimento para levar outros 5 anos !!!