O Relatório é Aprovado pelo General Antonio Faustino da Costa, Secretário de Segurança do Estado do Rio de Janeiro.
Pelas datas, se comprova que o Processo foi "engavetado" por 10 meses, e ainda comete o equivoco de não comprir a Portaria "E" Nº 0052 (aprender a arma e a carteira funcional)

Na giria policial chamam o Inquerito Administrativo de "geladeira" !  --- o policial não recebe mais cargos na polícia e nem gratificações.
(O Inquerito Administrativo é exercido por uma comissão disciplinar do Estado, e não da polícia)

Conclusão: O delegado Bodstein, recebeu uma aposentadoria sem as gratificações, tendo no bolso uma carteira de delegado de polícia e portando uma arma do Estado.

A ditadura militar era bem mais benevolente nas disciplinas impostas aos correligionários, dando pensão vitalícia. (até para as viuvas) --- Não faz hoje como a Comissão de Anistia Política que falsifica atestados de óbito, para negar pensão aos Anistiados, roubando-lhes os benefícios da Lei.




Clique para ver o documento que determinou a queda do delegado Bodstein.