Em 15 dias o Coronel Edmundo Murgel, Direitor do SNI exonerou o Delegado de Polícia, Wilson Oacyl Bodstein, e o devolveu ao Estado do Rio de Janeiro, por ter feito uma venda fraudulenta de automóvel do anistiado, reconhecendo a firma do vendedor em cartório em que não tinha firma !!!

Como pode ser constatado no Relatorio Aprovado pelo General Antonio Faustino da Costa,
 parágrafo primeiro, o delegado Bodstein não voltou automaticamente para o DOPS e ficou aguardando "Relotação", indo mais tarde para Inquerito Administrativo, em 19 de outubro de 1973. ("Geladeira" na giria policial, por não mais ser nomeado a cargos na polícia e ter gratificações --- o Inquerito é feito pelo Estado e a polícia do Rio de Janeiro não reconhece)
 




 






Ofício do Serviço Nacional de Informações, "SNI" ao Juiz da 7ª Vara Federal.

     Coronel Edmundo Adolpho Murgel --- Chefe do SNI no Estado do Rio de Janeiro


 


No Parágrafo Nº1 constata-se que o Comissário de Polícia, WILSON OACYL BODSTEIN encontrava-se em "Disponibilidade" por ter sido dispensado do Serviço Nacional de Informações, "SNI". --- observa-se que não voltou ao DOPS de onde fora requisitado pelo SNI.